Eterno cigarro

Um quarto, uma tv sem cor.
A porta se abriu, era a razão...
Os olhos umedecidos de solidão
Derrama dentro a mesma dor.

Quisera eu poder cantar em flor
E tocar em teus lábios vão.
Em silêncio tocar teu coração
E enfim poder morrer de amor.

Cansado e triste, sou menino.
Meu choro sem lágrima, destino
Que agora em vida esbarro.

Toda arte se resume ao beijo.
Eternizar é o meu maior desejo:
O teu último cigarro.

GREDILHA,marcio

1 Comment:

  1. Anônimo said...
    essa ee muito boa.

Post a Comment




 

Política de privacidade

Blogger Template Sponsored by Top 10 Best Business Web Hosting Reviews